Sou Carlos Alberto Yates, técnico em mecânica. Nasci em 18 de março de 1958 e sou estudioso da Doutrina filosófica Racionalismo Cristão.Tenho grande interesse em assuntos que envolvam UFOs e agroglifos pois consigo fazer uma interação entre estes assuntos e a Doutrina que professso. Pesquiso e retiro dados dos seguintes sites: Livros Racionalismo Cristão 43ª edição e A Vida fora da Matéria; Lucy Pringle; UFOLOGIA-Brasil.

E 7718) Os 3 Pentágonos


                                          

Em 7/07/2018 temos este agroglifo na Inglaterra. Vejam que há um pentágono inscrito no círculo e que por fora dele há 5 partes e em cada uma delas existe 51 lados de figuras geométricas: 51 x 5 = 255. Se tomamos esta quantia como um prazo a partir de 1/07/2018:  Pra começar o dia 7/07/2018 (188º dia do ano de 2018) foi um sábado (7º dia da 27ª semana do ano de 2018) e corresponde a 51,51% dos dias do ano de 2018. Agora, 365 (1 ano) – 188 dias = 177 dias até o fim do ano de 2018. E, 255 (prazo) – 177 (dias restantes em 2018) = 78 dias em 2019. O 78º dia de 2019 é 19/03/2019, terça-feira 12° semana do ano de 2019 e equivale a 21,37% dos dias do ano de 2019. Se efetuarmos 188 – 177 = 11, ou uma referência aos 11 atributos do espírito, e se calcularmos 7 + 27 = 34, de onde podemos ter 4 + 3 = 7, numa referência ao 7º planeta ou primitivo. E, se efetuarmos da data projetada que é 19/03/2019 o seguinte: 19 + 19 = 38, e 38 – (3 + 2) = 33, ou uma clara referência às 33 classes evolutivas que evoluem atreladas obrigatoriamente as galáxias. E, se fizermos 38 x 3 obtemos 114, ou a mesma base de 19 círculos multiplicados por 6 “pétalas” presentes internamente em cada um deles, que estão representados no primeiro plano do símbolo da árvore da vida, que funciona como uma referência às distâncias do Sol para os planetas do sistema solar. Se efetuarmos 38 x 5 = 190, que se tirarmos o zero fica 19 ou conforme meus estudos o início do desequilíbrio da contração em 3 séries de 6 tipos de mundos, onde uma delas já encontrou seu planeta primitivo. Se fizermos 38: 5 = 7,6, numa clara referência aos mundos 7 (primitivo) e 6 (escola), categoria a que estamos deixando de pertencer pois vamos contatar um mundo primitivo, segundo o agroglifo de Milk Hil de agosto de 200l. O que podemos afirmar é que o 7º planeta se baseia, na distância que ocupa da sua estrela, por uma quantia relativa a 114, tal como os planetas de nosso sistema solar. Já que o 20, do século, ficou de fora podemos fazer: 114 + 20 = 134, o que poderia ser também a distância deste 7º planeta da sua estrela (134.000.000).
Se pegarmos o 255 e fizermos 25 x 5 = 125, onde fazemos 12 + 5 = 17, ou seja, temos aí uma referência as 17 primeiras classes espirituais porque a missão dos humanos neste novo planeta será a de torna-lo possível de reencarne e progresso das classes 1ª à 17ª, e essa condição, segundo o livro Racionalismo Cristão até a 43ª edição, é o que mais fortemente caracteriza o planeta como sendo escola ou de 6º tipo. E nesta classificação estivemos até agora pois com o encontro deste planeta primitivo, em 19/03/19, vamos passar a ser um planeta de 5ª categoria ou denso. Se fizermos 365 – 51 obtemos exatamente 314 senhores, onde já sabemos que o Pi equivale a 3,14 !  A matemática desenvolveu-se inicialmente em conjunto com a filosofia e hoje os agroglifos unem estas duas ciências para nos alertar sobre quem somos e o que fazemos no universo. E nos 2 pentágonos interiores e menores existem respectivamente 87 e 45 lados de figuras geométricas.


Se efetuarmos 38 + 20 = 58, que dividido por 3 é = 19, 333...! Se efetuarmos 38 x 5 = 190, que se tirarmos o zero fica 19 ou conforme meus estudos o início do desequilíbrio da contração em 3 séries de 6 tipos de mundos, onde uma delas já encontrou seu planeta primitivo. Se fizermos 38: 5 = 7,6, numa clara referência aos mundos 7 (primitivo) e 6 (escola), categoria a que estamos deixando de pertencer pois vamos contatar um mundo primitivo, segundo o agroglifo de Milk Hil de agosto de 200l.  Outra coisa: as datas de 7/07/2018 e a data projetada de 19/03/2019, se fizermos alguns cálculos vamos ver que: 19 – 7 = 12. Quanto ao decênio: 19 – 18 = 1. Quanto ao mês, se invertermos o 03 ficamos com 30, que se tirarmos 7, ficamos com 23, e daí elevamos o 2 à 3ª potência = 8. Então temos a data da grande formação de Milk Hill em 12/08/2001 ! Ou seja, para mim é evidente que vamos encontrar o 7º planeta !
Efetuemos mais algumas operações: 114 x 2 = 228 (Marte em relação ao Sol). Em 2019 faz 230 anos da tomada da Bastilha (2 + 3 = 5) e 50 anos da chegada do homem à Lua. Se fizermos, 19 + 19 + 20 = 8 e colocarmos o mês 3 temos a minha data de nascimento..... 3/58, só que eu nasci no dia 18 !
A) 51,51 – 21,37 = 30,14, veja-se bem, o Pi é  3,14..... ! Se retiramos o zero existe a identidade.
B) (51+51) + (21 +37) = 160, veja-se que: se “aproximarmos” o ....159 (Pi) temos 16! Então teríamos 30,14160, e o Pi 3,14159, uma proximidade, convenhamos, nada casual!
C) Se tomarmos, mais uma vez, o 114 e fizermos um cálculo com o 20 (de 2019), temos que: 114 – 6 = 108, ou uma “equivalência” da distância entre o Sol e Vênus. Se fizermos 114 : 2, temos 57, ou uma “equivalência” da distância entre Mercúrio e o Sol. Se fizermos 114 + 6^2, isto é, 6 elevado ao quadrado, que lembra 4 lados, e que, portanto lembra o nº 4 que equivale ao atributo da inteligência, leríamos: 6 exponenciado à inteligência = 36 que, somado ao 114 nos fornece uma forte “equivalência” da distância entre a Terra e o Sol (150). Agora, se pegarmos o 114 e somarmos 20, temos 134, o que, talvez signifique uma “equivalência” à distância do planeta primitivo (7º) que vamos encontrar da sua estrela. Se, repito, se, fosse este planeta primitivo encontrado no nosso sistema solar, talvez, repito, talvez, o mesmo se encontrasse a uma distância média de 134 milhões de km do Sol (134.000 000) e a uns 16 milhões de km (16.000 000) da órbita da Terra. Vemos que o 16 foi encontrado no cálculo B acima. Claro que, em termos astrofísicos, isto é uma impossibilidade unânime, mas lembro que há imagens de veículos espaciais com propulsão a jato (foguete) na nossa história pregressa, e, claro que um outro planeta cumpriu os desígnios da lei expressa em Milk Hill e então fomos o planeta primitivo de uma outra civilização. Agora é a nossa vez de cumprir tal lei. Então vemos que a impossibilidade astrofísica de encontrar um planeta no nosso sistema se opõe ao fato de podermos alcança-lo com nosso atual sistema de propulsão a jato. E o fato é que, sem dúvida vamos encontrar um planeta primitivo sim. Mas se o encontrarmos em uma outra estrela próxima, o que é uma possibilidade astro física mais compatível com os conhecimentos que temos hoje em dia, provavelmente vamos depender da ajuda tecnológica do planeta denso (5º) que segue mais a frente do nosso, que é considerado pelos aliens como também sendo de 5ª categoria. Este planeta está representado no agroglifo de 18/06/2017 na França, onde foram desenhados 2 planetas na 5ª hierarquia. E agora, como seguimos atrelados com mais 2 séries de 7 tipos de planetas, somos um dos 3 planetas classe 5 dela, sem dúvida o mais atrasado, pois recém adentramos a essa categoria.
D) o 7º dia da semana, que foi sábado (7/07/2018) é uma referência a um planeta primitivo ou 7º. Como é da 27ª semana temos: 27 + 7 = 34, onde 3 + 4 = 7! E, 2 x 7 = 14, que somado ao 7(dia) = 21, ou 3 séries de 7 tipos de mundos. Como nós temos o ano de 2018, podemos fazer 18 – 2 = 16, que como vemos aparece novamente aqui e que foi anteriormente tomado por uma distância que equivale a 16.000 000 km, onde o 2 é retirado do milênio 2018.